DICAS DE FILMES, LIVROS, BARES, PEÇAS E ESPETÁCULOS NO RIO DE JANEIRO

Arquivo para setembro, 2010

Gatinho de Botas

Bar/Restaurante/ Boteco localizado em Vila Isabel. Área nobre, na meiúca do “pólo gastronômico” da Visconde de Abaeté, o local mais animado do bairro. Então, o bar é simples, mas a comida é deliciosa e a preços convidativos pode-se comer bem, com gosto e sair satisfeito. Cerveja sempre gelada, bebidas quentes igualmente apetitosas, além da boa frequência (sempre importante!). Sextas e sábados fica meio lotado, então chegue cedo para conseguir uma boa mesa. Todas ficam na calçada, ao ar livre. Tem até televisão dos dois lados para assistir aquela novelinha mais tarde. Na hora de chamar o garçom, gritem “Pet!”. Sei lá por que, esse é o apelido de um baixinho com cara de poucos amigos, mas que serve muito bem e depois fica mais simpático.

Endereço: Rua Torres Homem, do lado do Bar do Costa (ultra famoso na área, boa referência).
 

Por Juliana Dargains

Anúncios

Mart´nália no Teatro Rival

A boa de hoje – e de graça! –  é para a próxima segunda-feira (27/09). Quem gosta de um samba de primeira, entoado pela  brasilidade, cadência e malandragem de um bom intérprete,  não pode perder a gravação do Palco MPB com a cantora  Mart´nália. No programa – realizado pela rádio MPB FM – a filha do “devagar, devagarinho” recheia o cardápio do show “Mart’nália em Africa ao vivo” – seu oitavo CD –  batendo um  papo sobre sua carreira com o apresentador Fernando Mansur. No dia do show, o Teatro Rival distribui 100 senhas gratuitas  entre  13 e 14 h. Vale também se inscrever no site da rádio para concorrer a convites.

Teatro Rival BR

Rua Álvaro Alvim, 33 / 37 – subsolo – Cinelândia – Rio de Janeiro – RJ Cep: 20031-010
Tel .: 2240-4469

Por Clarissa Barcellos


Feijoada de domingo no Granel

Domingo combina com feijoada e feijoada combina com o Granel, em Piratininga, Niterói. Misto de restaurante, armazém e botequim, o lugar é uma ótima pedida para quem curte comida boa (sem pagar muito por isso), ambiente bacana (a decoração é toda feita com peças de antiquários e feiras de antiguidades, um charme), música agradável (que vai do jazz ao choro) e cerveja artesanal. No cardápio de cervejas, rótulos do mundo todo fazem a alegria de quem é fã da bebida.

Além da feijoada (pedimos para três pessoas, mas quatro comeram numa boa), outra dica para o fim de semana é o cozido. Também recomendo as entradas: pastel com massa de angu, croquetes de carne com gorgonzola, bolinhos de arroz negro… Tudo bem gostoso e fiscalizado de perto por um dos sócios da casa, o simpático João, que garante já ter provado todas as cervejas do cardápio para dar as dicas aos clientes.

Vale a pena galera. O Granel fica na Avenida Almirante Tamandaré 184. O telefone é 2619-4968. Mais informações no blog http://granelarmazembotequim.blogspot.com.

Por Renata Cruz


Nosso Lar

Ontem, estreia do filme Nosso Lar, lá estava eu no cinema… Antes de sair de férias (volto em outubro) e ficar quase que incomunicável (como é caro usar internet fora do país!), decidi postar sobre a obra. Bem, li o livro psicografado por Chico Xavier algumas vezes, há alguns anos. É, sem dúvida, uma literatura pesada. Eu acho… O longa, que conta a velha e já conhecida vida após a vida do médico André Luiz, interpretado por Renato Prieto, é bem didático. Fala sobre a doutrina espírita. Gostei do filme. Achei bem feito. Chorei.  Eu recomendo, mas aviso: é pesadinho. É preciso estar pronto para assistir. Será que a sua hora chegou? rs* Uma coisa eu garanto: sairá do cinema repensando seus valores, mesmo que não acredite em vida após a vida.

O bonequinho da Marcelle está sentado, prestando muita atenção e chorando. No final, aplaude, sentado. 😉

Por Marcelle Colbert


Da favela direto para as telonas

Filme composto por cinco curtas contando histórias de moradores da favela. São contos bem cotidianos sobre comunidades, a maioria com um humor bem brasileiro o que faz os espectadores se identificarem bastante com as realidades mostradas, ainda que pertençam a classes diferentes. O filme é curtinho, mas eu me diverti bastante. Uma das histórias, chamada “Feijão com Arroz”, é genial, na minha opinião. Os cenários são bem conhecidos, como a Cidade de Deus e o Pavão-Pavãozinho. “5x Favela- Agora por nós mesmos” é um remake de um filme de 1962, com formato bem parecido, cinco curtas (cinco histórias diferentes) abordando a vida na favela. O longa-metragem foi  escrito, dirigido e realizado por jovens cineastas moradores de comunidades do Rio de Janeiro. Os jovens foram treinados e capacitados a  partir de oficinas profissionalizantes de audiovisual ministradas por grandes  nomes do cinema brasileiro, como Ruy Guerra, Walter Lima Jr., Daniel Filho, Walter Salles, e Fernando Meirelles. Muito bom.
 
 
Por Juliana Dargains